quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Resultado do Concurso - Tema: OUTUBRO

O Clube da Simpatia agradece a colaboração de todos os participantes no Concurso de Quadras Populalares/ 2014 - Tema: OUTUBRO

1.º PRÉMIO

O Clube da Simpatia
em Outubro foi fundado.
Bendito seja esse dia
por nós todos festejado!

Gabriel de Sousa - Portugal
***

2.º PRÉMIO

Diz-me sempre o calendário,
que em Outubro ao quinto dia,
temos o aniversário
do Clube da Simpatia.
 
Isidoro Cavaco - Portugal
***
 
3.º PRÉMIO

Outubro! Vindima e paz!
Folhas volvidas no chão.
Outono! Quanto me apaz
ter sonhos no coração!
 
Donzília da Conceição Ribeiro Martins - Portugal
***
 
4.º PRÉMIO
 
Veio ao mundo p'ra poesia
e com prazer eu descubro
que o Clube da Simpatia
nasceu a 5 de Outubro.
 
Maria Aliete Cavaco Penha - Portugal
***
 
5.º PRÉMIO
 
Hino, pendão verde rubro,
a História dá brilho ao dia;
e nasce a 5 de Outubro
o Clube da Simpatia.
 
Alfredo Nogueira Ferreira - Brasil
***
 
MENÇÕES HONROSAS
 
As Menções Honrosas estão colocadas por ordem alfabética dos poetas comtemplados.
 
Mês de Outubro, mês sagrado!
Mês de Paz e de Alegria,
porque nela foi fundado
o Clube da Simpatia!
 
Alberto Paco - Brasil
***
 
Em Outubro, foi então...
com amizade e alegria,
nasceu com muita emoção
o Clube da Simpatia.
 
António Boavida Pinheiro - Portugal
***
 
República Portuguesa!
Ao ler a História descubro:
foi grande a tua proesa!
E viva o 5 de Outubro!
 
Cláudio de Cápula - Brasil
***
 
O mês de Outubro tristonho
demonstra também beleza
com lindas cores de sonho
dádiva da Natureza!
 
Deodato Pires - Portugal
***
 
Mês de Outubro, mês lendário
repondo a hora perdida
e até mesmo o calebdário,
entra no Outono da vida...
 
Domingos Freire Cardoso - Portugal
***
 
Outubro traz a certeza
de nova etapa vencida
Outono na natureza...
Também Outono na vida!
 
Emilia Peñalba de Almeida Esteves - Portugal 
***
 
Cinco de Outubro... é verdade!
Estamos em harmonia
festejando a linda idade
do Clube da Simpatia.
 
Fernanda Isolete Emídio - Portugal
***
 
Dás, Clube da Simpatia,
em Outubro, mais um passo
e esta gente que te guia
bem mereçe o meu abraço.
 
Filipa Rute Nascimento Pedroso - Portugal
***
 
A amizade em sintonia,
concerto de alto valor,
tem em Outubro a magia
de abraçar com mais amor!
 
Jorge Ferro Rosa - Portugal
***
 
Não há mês como o de Outubro,
não há luz como a do dia,
nem dotes como eu descubro
no Clube da Simpatia!
 
José da Silva Máximo - Portugal
***
Outubro - folhas caídas -
que o tempo não faz questão...
- Assim como as nossas vidas
tarde ou cedo também vão!
 
Manuel José Viegas - Portugal
***
 
Outubro... de uma quimera,
dos florais, da poesia,
é um mês de primavera
no Clube da Simpatia.
 
Marcelo de Aguiar - Brasil
***
 
Mês de Outubro acolhedor
aqui nesta Região,
não nos traz frio nem calor,
não é Inverno nem V'rão!
 
Maria da Conceição Pinto Pires - Portugal
***
 
Parabéns associados
do Clube da Simpatia,
em Outubro agraciados
com Amor, Paz e Harmonia!
 
Maria das Dores Paiva Cestari - Brasil
***
 
Meus sinceros cumprimentos
ao Clube da Simpatia.
Que em cada Outubro de eventos
inspire ao muno poesia!
 
Maryland Faillace - Brasil
***
 
Deus marcou no calendário
de Outubro, no quinto dia:
"Festejos de aniversário
do Clube da Simpatia!"
 
Nemésio Prata Crisóstomo
***
 
 
 

 


 
















segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Olá amigos poetas do Clube da Simpatia

Com desejos de que tudo esteja bem nas vossas vidas e com muita inspiração poética, publicamos o regulamento do concurso de quadras populares organizado para festejar o 19º Aniversário do Clube da Simpatia que ocorre no dia 5 de Outubro de 2014.

Agradecemos a todos que nos visitam a divulgação deste concurso.

Um abraço de muita simpatia da,
Gisela Sinfrónio (Presidente da Direção)
__________________________________________________________________

CONCURSO DE QUADRAS POPULARES DO CLUBE DA SIMPATIA/2014

REGULAMENTO

TEMA - “OUTUBRO”

Ao concurso podem concorrer com quadras inéditas e obrigatoriamente escritas em língua portuguesa todos os cidadãos, maiores de 16 anos, sócios ou não do Clube da Simpatia e que respeitem o tema proposto o qual terá de constar na quadra.

Para este concurso só serão válidas as quadras enviadas pela Internet.

Será enviada só (1) uma quadra a qual terá de ser em redondilha maior, (sete sílabas poéticas) de rima ABAB (lírica ou filosófica).

Haverá 5 prémios e 10 menções honrosas. Aos premiados só serão entregues medalhas aqueles que se encontrarem presentes ou representados no dia 5 de Outubro no almoço convívio comemorativo do aniversário do Clube.

Aos que forem premiados e não estiverem presentes serão enviados, pela Internet, os respetivos diplomas que levam a quadra inscrita.

A quadra, onde constará o nome do autor, e-mail e morada, será enviada, para:

clubedasimpatia-algarve@sapo.pt

O prazo para o envio das quadras termina no dia 23 de Setembro de 2014.

Os resultados serão publicados no dia 1 de Outubro de 2014 neste Blogue:

http://clubedasimpatia.blogspot.com

Os vencedores serão avisados por e-mail.

sábado, 28 de dezembro de 2013

Resultado do 3.º Concurso de Quadras Populares do Clube da Simpatia

O Clube da Simpatia agradece a todos os poetas que participaram no 3.º Concurso de Quadras Populares de 2013, quer tenham ou não obtido alguma classificação.

1.º PRÉMIO

Melhorar nossa atitude,
de forma quotidiana,
é cumprir na plenitude
a razão da vida humana.

Fernando Máximo - Portugal
***

2.º PRÉMIO

É madrugada... e, à janela,
a saudade, de plantão,
pensa ver o vulto dela
pelos olhos da ilusão...

Wanda de Paula Mourthé - Brasil
***

3.º PRÉMIO

Pelo mar das ilusões,
junto às paragens salgadas
fui buscar embarcações
de esperanças naufragadas...

Renata Paccola - Brasil
***

4.º PRÉMIO

Venenoso em sua essência,
pode o dinheiro, em verdade,
sufocar a consciência
e matar a honestidade.


Messias da Rocha - Brasil
***

5.º PRÉMIO

Dando aos sonhos mais diversos,
forma, pureza e encanto,
apenas em quatro versos
os poetas dizem tanto!...

Isidoro Cavaco - Portugal
***

MENÇÕES HONROSAS

Quer tenha ou não tenha sorte
na vida que Deus lhe deu,
não pode fugir à morte
todo aquele que nasceu.

Deodato Pires - Portugal
***

Ao contrário de quem pensa
que o amor só faz sofrer,
eu tenho sim, minha crença
de que o amor nos faz viver!...

Nair Lopes Rodrigues - Brasil
***

Mãezinha devo-te a vida,
no teu ventre fui botão;
eu agora agradecida
guardo-te no coração!

Maria Aliete Cavaco Penha - Portugal
***

Mar de um azul infinito,
encantas com emoção
e ao ver-te, assim, tão bonito,
bate forte o coração!

Gislaine Canales - Brasil
***

Mãe é exemplo de amor
que nós na vida tivemos
e damos real valor
somente quando a perdemos.

Emilia Peñalba de Almeida Esteves - Portugal
***

Toda vitória alcançada
fica sem graça na vida
quando não é conquistada
por conquista merecida.

Abilio Kac - Brasil
***

Do Papa não seguidor
concordo com o que faz,
pelo povo espalha amor,
no mundo defende a paz.

Victor Manuel Capela Batista – Portugal
***

Nosso querer tão velhinho,
cheio de ternuras e afetos,
se deu, aos filhos, carinho,
mais ainda deu aos netos.

António José Barradas Barroso - Portugal
***

Mãe, é palavra pequena,
de inigualável valor,
é tão doce, tão serena...
símbolo do puro amor!

Therezinha de Jesus Lopes - Brasil
***

Já tenho sinal aberto
p´ra no céu poder entrar,
não sei qual o dia certo,
vou quando Deus me chamar.

Maria de Lourdes Graça Cabrita - Portugal
***

sábado, 21 de dezembro de 2013

O BRILHO DO AMOR


Estrelas, tantas estrelas
brilhando lá no céu!...
Será ali que está a verdade da luz
que ilumina a alma!?...

Se eu pudesse alcançar essas estrelas
talvez encontrasse a verdade!?...

... Ou será que somos nós essa luz
e brilhamos sem saber!?...

Fechei os olhos...

Senti-me estrela brilhando lá no alto
e os meus raios eram a luz da esperança!...
Da esperança de um Mundo melhor!...
Ao meu redor havia muitas estrelas
todas elas, iguais e lindas!...
Os seus raios de luz, cruzavam-se,
tocavam-se, uniam-se!...
E era já um Sol que eu via!...
Um Sol belo, brilhante, empolgante!...

Éramos nós, todos juntos, esse Sol...
e o seu brilho era o AMOR!...

O Amor que Jesus nos ensinou:
"Amai-vos uns aos outros como irmãos”

Quando abri os olhos...

Senti que na Terra
também há brilho,
não de estrelas...
mas de AMOR!



sexta-feira, 27 de setembro de 2013

3.º CONCURSO DE QUADRAS POPULARES DO CLUBE DA SIMPATIA/2013

Simpáticos Poetas


 A todos que participaram no 2.º concurso 2013 os nossos agradecimentos.

Depois do êxito dos dois Concursos, com a nova modalidade, esperamos que o 3.º também mereça a vossa participação. Sejam criativos e procurem palavras menos comuns.

REGULAMENTO DO 3.º E ÚLTIMO CONCURSO DE 2013

Ao concurso podem concorrer com quadras inéditas e obrigatoriamente escritas em língua portuguesa, todos os cidadãos, maiores de 16 anos, sócios ou não do Clube da Simpatia e que respeitem o “carácter” proposto.

O concurso é quadrimestral e só serão válidas as quadras enviadas pela Internet.

Será enviada só (1) uma quadra a qual terá de ser em redondilha maior, (sete sílabas) de rima ABAB (lírica ou filosófica).

Para este 3.º concurso de 2013 é válida a letra - ( M ) –

A palavra é escolhida pelo concorrente, mas tem que começar por ( M ), pode estar escrita em qualquer lugar dos quatro versos da quadra e ter qualquer forma gramatical, no entanto, não pode haver a repetição da palavra escolhida, nem mais nenhuma começada por ( M ).

Haverá 5 vencedores aos quais serão enviados, através da Internet, os respetivos diplomas que levam a quadra inscrita.

Haverá ainda 10 menções honrosas cujos poetas vão também receber os respetivos diplomas.
 
A quadra, onde constará o nome do autor, e-mail e morada, será enviada, para:

clubedasimpatia-algarve@sapo.pt

O prazo para o envio das quadras termina no dia 30 de novembro de 2013.

Os resultados serão publicados no último dia do mês de dezembro de 2013 no Blogue do Clube da Simpatia:

http://clubedasimpatia.blogspot.com

Os vencedores serão avisados por e-mail.

XVIII CONCURSO INTERNACIONAL DE QUADRAS NATALICIAS – 2013 “VAMOS CANTAR NATAL”


O Clube da Simpatia, cuja Vice-Presidente é a Prof.ª Maria José Fraqueza, Diretora da “CASA MUSEU PROFª MARIA JOSÉ FRAQUEZA”, aconselha a todos os poetas e simpatizantes do Clube da Simpatia a participação no XVIII CONCURSO INTERNACIONAL DE QUADRAS NATALICIAS – 2013 “VAMOS CANTAR NATAL”.
 
 
XVIII CONCURSO INTERNACIONAL DE QUADRAS NATALÍCIAS
FUSETA 2013
 
ORGANIZAÇÃO
- A organização deste concurso cabe à Casa Museu Profª Maria José Fraqueza, diretora Cultural do
Concurso, VAMOS CANTAR NATAL, tendo sido o tema dominante deste concurso, que além do mais pretende ser uma corrente de amizade fraternal, unindo os poetas e escritores, na chama viva do sentimento mais sublime que tem lugar na alma poética universal, que exprimem nos seus poemas.
REGULAMENTO
1 – ADMISSÃO
1.1 - O concurso está aberto a todos os poetas nacionais e estrangeiros,  desde que se exprimam
em língua portuguesa.
1.2  -  Podem concorrer em dois níveis etários:
       1.2.1 -  Entre os 8 a 20 anos – I  ESCALÃO.
          1.2.2 -  A partir dos 20 anos – II ESCALÃO.
2 - Os trabalhos devem ser inéditos e respeitar as regras da poesia, nas variantes seguintes:
2.1 – QUADRAS  – Sistema de Envelopes
        2.1.1  -  Quadra popular a apresentar na  temática exigida.
    2.1.2  – Quadra popular com o mote seguinte:
“NO NATAL DA MINHA VIDA
  3.0  - GLOSA EM QUADRA
                                       Mote:        
Viver Natal é sentir…
Dentro de nós a saudade
Na alegria dum sorrir
A risonha mocidade!
 
(Maria José Fraqueza)
    
4 - CALENDÁRIO
4.1 - Receção dos trabalhos -  até ao dia 15 de Outubro de  2013, carimbo dos correios.
4.2 - A data da Sessão de Entrega dos Prémios, deverá ser levada a efeito a 14 de Dezembro
 de 2013,  (sábado) pelas 15 horas. no Auditório da Casa Museu.
 
5.   ENVIO DOS TRABALHOS 

5.1 - Os trabalhos concorrentes deverão ser enviados pelo correio, sem indicação do remetente,
 para a seguinte morada:
 
CASA MUSEU PROFª MARIA JOSÉ FRAQUEZA

XVIII Concurso Internacional de  Quadras Natalícias

Rua Dr. Teófilo Braga, 73

APARTADO 71

8700 – 908  FUSETA – ALGARVE – PORTUGAL

5.2 – Deverá apenas o trabalho da variante -  Glosa em quadra - ser acompanhado de um envelope
fechado,  contendo no exterior o pseudónimo e a variante a que respeita e no interior a identificação,
idade, nome completo e a morada do concorrente. Os concorrentes,  deverão indicar o escalão a que
pertencem no exterior do respectivo envelope.

5.3 – O número de trabalhos a apresentar será de dois para as quadras populares ( em envelopes sepa-
rados) e apenas um trabalho, em triplicado,  para a variante Glosa em Quadra.

6.-  DISPOSIÇÕES GERAIS

6.1 - Apenas os concorrentes premiados serão  avisados por escrito; 

6.2 - Os trabalhos não premiados serão destruídos, conservando o autor os seus direitos;

6.3- Os concorrentes premiados deverão nomear em caso de não comparência, um seu represen-
tante;

6.4 AOS CONCORRENTES PREMIADOS SERÃO ENVIADOS OS PRÉMIOS DESDE QUE SEJAM
 CUSTEADAS AS DESPESAS DE CORREIO.

6.5 - A classificação dos trabalhos será da competência dos elementos do júri que será constituí-
do por pessoas competentes de cujas decisões não há recurso.

6.6 - Qualquer omissão neste Regulamento ou situação imprevista, será resolvida pela Directora
Cultural do Concurso e Presidente do Júri – Profª Maria José Fraqueza.  Tel.: 289 - 793286.

6.7 - Cada concorrente deverá preencher a Ficha de Inscrição, embora sela voluntário apoio
que se pede.
A Diretora Cultural 
 
Profª Maria José Fraqueza
 
Fuseta, 31  de Agosto de 2013








(Um apelo à vossa ajuda) Para assegurar e manter este concurso a Casa Museu Profª Maria
José Fraqueza, leva a cabo esta iniciativa recorrendo à vossa ajuda, na medida do possível, na certeza
de que assim prosseguirá as suas atividades culturais e artísticas, promovendo iniciativas
e manutenção da referida Casa: visitas gratuitas a escolas e particulares, a hora do conto, oficina
de caligrafia, coletânea, etc.

Nota: Esta ficha, devidamente selada é colocada num envelope à parte colocando nela o seguinte:

Serviços de Expediente,
 
CANTANDO NATAL…

Há algo dentro de nós
Quando o Natal se aproxima
Um gesto, um eco, uma voz
A força da nossa estima.
 
Há algo que faz unir
Os poetas em geral
Tendo no alma o sentir
A mensagem de Natal!
 
Esta imagem tão bela
De Jesus -  símbolo fiel
Que pinto na minha tela
Do amor faço o pincel!
 
Em pinceladas de amor
Que Natal é União
Onde cabe o meu louvor
No cofre do coração!
 
Maria José Fraqueza